Parque Municipal de Nova Iguaçu

      O Parque Municipal de Nova Iguaçu é uma área de proteção integral constituída pelo poder publico municipal em 05 de junho de 1998 pelo decreto 6001. Ele se localiza ao sul, dentro da APA de Gericinó-mendanha, também em Nova Iguaçu, que foi criada pela lei estadual nº1331 de 12/07/88.

      O parque ocupa uma área de aproximadamente 1.100 ha e foi constituído visando não apenas à proteção da fauna e flora existentes, mas também à formalização de uma opção de lazer para a população local. O parque está inserido no bioma da Mata Atlântica, considerada uma região de grande biodiversidade, ao mesmo tempo em que figura como um ambiente florestal altamente ameaçado.

       Além das belezas naturais da fauna e da flora o parque ainda possui uma área de grande interesse geológico: o vulcão de Nova Iguaçu. Adormecido há quarenta milhões de anos, é o mais novo e preservado do nosso país, e é representado por uma grande estrutura semi-circular em forma de cone, formada por diversos tipos rochosos que aliada ao estado de preservação de seus afloramentos rochosos o tornam um importante patrimônio natural e científico para a Cidade. Percebendo a importância geológica dessa área o parque foi elevado à categoria de geoparque em 05 de junho de 2004.

Outro atrativo do parque é a sede da fazenda Dona Eugênia, conhecida hoje por casarão. Este edifício, construído no século XIX, é o mais antigo ainda de pé do município de Nova Iguaçu.

      O parque é administrado pelo Município de Nova Iguaçu, mas com a emancipação de Mesquita a estrada de acesso e a entrada do parque ficaram situadas no novo município.